terça-feira, 26 de setembro de 2017

Lassi de Manga

Quando fui à NY um dos pratos que mais gostei no belo e típico restaurante indiano foi o frango Tikka Masala, acompanhado da bebida hindu, Lassi de Manga. 
Meu paladar já está bem mudado com o início da reedução alimentar, com a retirada dos doces em excesso, está ficando mais apurado. Perdemos um pouco o prazer de saborear certos alimentos devido a uma alimentação mal balanceada, e sinto isso no meu dia a dia, pois, ao degustar os alimentos já consigo distinguir novos sabores. Nesse ponto, essa bebida me chamou atenção, doce na medida certa.  A bebida é muito refrescante, sua essência está na mistura consistente da manga, iogurte e cardamomo.
O cardamomo, é de origem indiana. Pertence a família do gengibre e é muito usado para fins medicinais e culinários, uma especiaria usada no antigo Egito com a finalidade de refrescar o halito e limpar os dentes. Suas flores são brancas e seu fruto são em formato de cápsulas que armazenam as sementes.


Ingredientes:

1 manga grande cortada em pedaços
1 copo de iogurte natural (para os intolerantes, 1 copo de iogurte sem lactose)
1/2 xícara de leite 
Pitada de cardamomo em pó ou 3 sementes
Adoce à gosto, podendo ser gotinhas de estévia, mel ou açúcar 

Modo de fazer:

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata por 2 a 3 minutos.

Simples, rápido e delicioso!




segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Frango Tikka Masala

Estou fazendo uma reeducação alimentar e vou colocar nesse período sugestões e receitas saudáveis durante esse período de readaptação.
A pouco tempo, chamei minha família para um almoço e fiz Frango Tikka Masala, nas minhas pesquisas sobre a origem do prato, constatei que é bem disputada, podendo ser na Índia e também na Grã-Bretanha.
Experimentei essa iguaria em Nova York, por falar nessa incrível cidade, o mundo se encontra ali (mas será assunto para outro post).
Os temperos marcantes nesse prato são: cardamomo, masala e pimenta caiena.


Ingredientes:

1kg de frango
3 colheres de sopa de azeite
Cardamomo (½ col chá ou 4 vagens)
1 canela em pau
1 cebola (grande) picada
1 col de chá de gengibre fresco picado
2 col de chá de alho picados
1 colher de chá de cominho em pó
1 colher de chá de açafrão em pó
½ a 1 colher de chá de pimenta caiena (dedo-de-moça)
1 colher chá de páprica doce
1 colher de chá de pó de garam masala (especiaria da Índia)
1 tomate grande
1 colher de chá de extrato de tomate
150 ml de água
Sal a gosto


Modo de fazer:

Pique o frango em cubos pequenos, tempere com um pouco de sal e reserve. Corte em cubos pequenos o tomate, a cebola, alho e reserve.

Para fazer a especiaria masala: Misture o gengibre, alho, cominho, coentro, cúrcuma, o garam masala caiena e páprica doce.


Coloque o azeite para aquecer em fogo médio e acrescente o cardamomo e a canela para perfumar, deixe por alguns segundos e retire-os. Caso o cardamomo seja em pó, não há necessidade de retirá-lo. 

Adicione a mistura masala, mexa bem. Adicione tomate, o extrato de tomate, mexa por mais alguns instantes. Em seguida, acrescente o frango, e misture bem.

Acrescente por último a água e cozinhe por 12 minutos, até que o frango esteja cozido. Acerte o sal.

Arroz branco e salada de folhas verdes é um ótimo acompanhamento para esse delicioso prato.

Bon Appetit!








quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Desafios da vida

Tenho 3 (três) anos de casada! Pensei, oba, já é um motivo para iniciar meu blog. Mas, se eu fosse solteira seria um ótimo motivo também, porém, foi através do casamento que comecei a montar a minha casa e a cozinhar.
O meu primeiro livro de receitas foi Dona Benta, fiz estrogonofe de frango, amei, é um prato originário da culinária russa, que depois se popularizou em restaurantes da China, França, ganhando versões norte-americanas e australiana, sendo bastante popular no Brasil. O livro é um Best Seller da culinária brasileira e foi reformulado para os tempos atuais, então nada mais justo do que começar o blog com a imagem dele, pois, depois desse grande livro vieram muitos outros. Com o tempo, venho aprendendo a dar meus toques pessoais e a fazer misturas de sabores. Por falar em sabores, não posso deixar de falar nesse primeiro momento, sobre temperos.
Tempero, é vida na comida, é adicionar mais sabor ao alimento, são incrementos nas refeições, e as opções de especiarias disponíveis são inúmeras, sendo assim, até mesmo uma comida tradicional com um toque certo fica primorosa.

Hoje em dia, nós mulheres, temos que nos dividir em trabalho de casa e fora dela, o que é a realidade de muitos homens também. E nessa adaptação procuro deixar minha casa mais prática e funcional para que eu possa enfrentar bem o meu dia a dia, sendo assim, convido vocês a se aventurarem nesse novo mundo do Tempero e Casa.




O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.

Cora Coralina.